BRAZILCONZE BRAZILIAN ONLINE MAGAZINE, CULTURAL MAGAZINE Interview, Intrevista
Marcelo Cafaldo interview
by Ana Lourdes Alvarenga
BRCZ:Como vai o teu Cotidiano Romano ? Fez tua sesta hoje?
Cafaldo: acredito que seja como o cotidiano de muitas outras pessoas em várias cidades do mundo, qto à sesta...rs...ainda tenho minhas abitudes brasileiras e depois do almoço prefiro um bom papo com um cafézinho.
BRCZ: Parla tua história: Você tem descendência italiana?
Cafaldo: Sim meus bisavós paternos eram Calabreses (Sul da Itália) e imigraram para o Brasil em 1884.
BRCZ: O que de mais brasileiro há em ti? O swing ou a cor?
Cafaldo: decisamente o swing.
BRCZ: Fotografia e Cafaldo - o que ativou essa química ? Fala um pouco do teu background acadêmico. Quem foi teu mestre ocularis?
Cafaldo: Comecei a fotografar seriamente há 10 anos, depois d eum curso de fotografia P%26B no instituto ''Oswald'' em São Paulo, alí conheci aquele que foi e continua sendo meu grande ponto de referência na fotografia, o professor/fotógrafo/gravador da universidade de fotografia do Senac Wladimir Fontes
BRCZ: Quando e porque você decidiu emigrar? Valeu a pena?
Cafaldo: Sempre tive muita vontade de ''sair'' e conhecer um pouco outras culturas , línguas em 2001 resolvi por em prática e embarquei de mala e cuia para Roma, se valeu apena? Está valendo e muito!
BRCZ: Há quanto você vive em Roma, e o que te prende por ai ?
Cafaldo: Vivo aqui desde novembro de 2001, com o tempo acabamos criando raízes cada vez mais profundas e depois de um certo tempo tudo que te está ao redor te ''segura''.
BRCZ: Existe uma comunidade brasileira em Roma? Que lugares da Itália são mais receptivos aos emigrantes?
Cafaldo: existem alguns pontos de encontros , como uma igreja, um bar e um campo de futebol , no geral os imigrantes são tratados de maneira muito parecidas em todo território, mas o norte da Itália é sem dúvida um pouco mais ''duro''.
BRCZ: O que mudou na tua percepção de 3 ''italian issues'': racismo, comida e futebol. - racismo:
Cafaldo: Existe e está sob os olhos de quaquer um. - Comida:
Cafaldo: É uma cozinha rica, mas sou suspeito pois qualquer paixão me diverte. - futebol:
Cafaldo: Uma máfia sem fim.
BRCZ: Um conselho para o marinheiro de primeira viajem?
Cafaldo: a sorte acompanha os corajosos (velho provérbio Latino).
BRCZ: Como você se mantém sendo independente? Existe espaço para arte social no jornalismo brasileiro? Existe no jornalismo italiano? Pq?
Cafaldo: Trabalho no depto de marketing de uma empresa e faço meu trabalhos como frella. Oq vc entende por ''arte social''?
BRCZ: Por que o preto no Branco? O que é que a grayscale te dá que as cores não ?
Cafaldo: O P%26B entrou no meu trabalho de maneira natural, sempre estudei muito fotógrafos dos anos 1860, 70, 80 e acho que isso influênciou muito na minha escolha. Não me atrevo a falar de fotografia a cores.
BRCZ: Como surgiu a ideia da exposição itinerante com o SESI - SP ?
Cafaldo: É um concurso e esse ano meu trabalho foi um dos 6 escolhidos.
BRCZ: Como a fotografia Brasileira é vista na Europa? Existe mercado para imagens da América no velho mundo?
Cafaldo: A fotografia Brasileira esta entre as melhores do mundo, temos gente de primeirissima linha, fotógrafos, curadores, criticos, etc. O espaço para a nossa fotografia é muito grande, porém aquilo que se ''vende'' por aqui está muito dentro do esteriótipo, qdo entramos no ramo fineart tudo fica um pouco mais dificil.
BRCZ: E o cinema? Você já aventurou por aquelas bandas?
Cafaldo: Estudo cinema, tenho muitas idéias mas me falta uma camera nas mãos, rs. Por enquanto prefiro concentrar minhas energias na fotografia.
BRCZ: Como é o serviço consular em Roma? O consulado apoia iniciativas culturais da comunidade?
Cafaldo: Existe uma ''galeria'' horrivel na embaixada Brasileira e o apoio se não é zero é quase.
BRCZ: Você acha que o Itamarati está fazendo um bom trabalho na Itália? Você tem tua carteira consular? O que poderia melhorar?
Cafaldo: Olha, faço politica quando vou as urnas, não é minha praia (já foi), mas hoje prefiro deixar a politica aos politicos que no fundo querem somente o poder e mais nada.
BRCZ: ''Crash Course'' em fotografia Brasileira: Que imagens precisam serem vistas?
Cafaldo: Todas do Carlos Moreira.
BRCZ: Quatro fotógrafos italianos - ontem, hoje e sempre.
Cafaldo: Letizia Battaglia, Stefano Montesi, Tina Modotti, Franco Fontana, para citar 4 , mas existem dezenas de fotógrafos maravihosos.
BRCZ: Algum outro Gallery Show on the run? NY nos planos?
Cafaldo: Ny? Claro, é só me ligar que eu vou.
BRCZ: Ciao, bello! Para conhecer mais sobre o trabalho de Cafaldo visite o site

Copyright © BRazilConZe.com, if you'd like to republish this interview, please contact us.

Copyright ©2006 Migrating Media & Productions LLC | Links | Privacy | Terms of Use | Concept | Who We Are | Contact

ART GALLERY INTERVIEW LA NYC KINGSTON SAO PAULO RIO LONDON PARIS BARCELONA BERLIN