BRAZILCONZE BRAZILIAN ONLINE MAGAZINE, CULTURAL MAGAZINE Interview, Intrevista
Seu Jorge
by Ricardo Pereira

''O samba é a nossa verdade, nossa particularidade, é nossa medalha de ouro, nosso baluarte, nosso estandarte brasileiro” - Seu Jorge SALVE! BRCZ trouxe para você uma entrevista básica entre o camarim e o palco . O mês? Para que datar palavras sensatas? O palco foi a Knitting Factory in LA, a platéia ? Brasileiros de alma, americanos também - o ritmo falou a todos na mesma intensidade - LOUCA. O Show entrou na história, nossa e de nosso reporteres de plantão - Ricardo Radik e Guilherme Rafols. Aqui fica registrado o agradecimento ao Seu Jorge - por ter salvado nosso reporter de uma DURA, e a Knitting Factory, por ter sido o Exu dessa empreitada. Meet Seu Jorge, the hot black brother that sings like a bird and acts like chamaleon - 'Rebel Rebel', and 'Rock'n'Roll Suicide' em Samba rock? SIM. Tudo é possível para esse carioca, flamenguista and Nelson Cavaquinho's fan. O primeiro filho da Dona Sula, que cresceu pelas ruas de Belford Roxo com uma foto de Zeca Pagodinho atrás da porta. Seu Jorge que viu seu irmão ser chacinado na porta da padaria do bairro e vagou 3 anos sem ter onde morar perdeu sono, peso, conversou com medo e foi fazer teatro. A TUERJ (Teatro da Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e as amizades forjaram os ingredients para Farofa Carioca - um pouco de samba, com pitadas de jongo, dash de reggae, funk, rap, circo e dança - atores/bailarinos, trapezistas e malabaristas geraram em 1998 o CD anárquico ''Moro no Brasil''. Seu Jorge não parou mais, saiu fazendo cd como quem escova os dentes - sempre sorrindo : CDs ''Tributo a Tim Maia (1999)'', ''Casa do Samba 3'' (1999), com Beth Carvalho, ''A Invasão do Sagaz Homem Fumaça'' (2000), do Planet Hemp, entre outros vários CDs independentes. Viajou com o Planet Hemp para o Japão e os Estados Unidos e trabalhou no CD solo de Marcelo D2. 2001 trouxe ''Samba Esporte Fino'' e o DVD ''MTV Apresenta Seu Jorge''. Em 2004 ''Cru'' na chapa quente - pelo selo francês Naïve. Também compôs as trilhas sonoras dos longas-metragens ''Amores Possíveis'', de Sandra Werneck, ''A Partilha'', de Daniel Filho e ''The Life Aquatic with Steve Zissou'', de Wes Anderson. Atuando, fez a ''Mãe Gentil - Folias Guanabaras'', do coreógrafo Ivaldo Bertazzo e do filme ''Moro no Brasil'', do finlandês Mika Kaurismäki. Mas foi Com ''Cidade de Deus'', no papel de Mané Galinha, que ganhou reconhecimento internacional. Em 2003, filmou em Roma o filme ''The Life Aquatic with Steve Zissou'', dirigido por Wes Anderson. Em 2005, Seu Jorge estrelou o filme ''Casa de Areia'', de Andrucha Waddington, ao lado de Fernanda Montenegro e Fernanda Torres. E hoje, aos 35, Quem é Seu Jorge? CRU - seu ultimo cd - revelará. (Fonte e More info @ www.seujorge.com)

Ricardo: Seu Jorge, este eh o ultimo show da tour e amanha voce volta para o Brasil. O que mais voce gostou durante esta turne nos Estados Unidos? O que te surpreendeu?
Ricardo: Seu Jorge, this is the last tour concert and tomorrow you will go back to Brazil. What did you like the most during this tour in the U.S.? what surprised you?
Seu Jorge: As pessoas, os amigos que eu fiz, uma turne fantastica, 19 shows em 21 dias. Com uma turne de 21 dias e 19 shows voce sempre acha que algum vai dar ''na trave'', nao deu nenhum, tudo foi ''sold out'', uma recepcao muito boa da imprensa. Mas eu nao fico muito preocupado com essa coisa. Eu acho que tem o Cidade de Deus, tem o Life Acquatic, tem uma serie de coisas com o cinema. Mas o que surpreendeu foi essa... essa aproximacao que o publico teve para a musica brasileira.
Seu Jorge: The people, the new friends, a fantastic tour, 19 presentations in 21 days. When you have a tour like this one you always think that one presentation won't work. None of that happened! Everything was sold out, and we had a very good reception from the media. But I do not worry about it. There is ''City of God'', ''Life Aquatic'', there are several works in the Cinema. But what surprised me was this... this approach that the public had in regard to Brazilian music.
Ricardo: E o publico sentiu a identidade ne?
Ricardo: And the public felt this identity, right?
Seu Jorge: Eh, por que a gente, ali, nao fica muto preocupado com a ''media'' nao sabe ao fazer... a gente nao fica acima da musica: a musica esta acima da gente sempre! A ideia e fazer musica para as pessoas se libertar (talvez mudar para libertarem - grifo meu) da coisa do compromisso social.
Seu Jorge: Yes, because over there we don't worry about kissing ass when we do our thing...we are not above the music: music is always above us! The idea is to make music to help the people to liberate themselves of the social compromise thing.
Ricardo: E aquela melodia que voce pediu para o pessoal cantar, de onde veio aquela ideia? Por que tem uma coisa de ''libertar'' principalmente a segunda parte da melodia, eu senti isso...
Ricardo: what about that melody that you asked the people to sing, where did that idea came from? Because it is almost like a ''liberation'', primarily the second part of the melody, I felt that...
Seu Jorge: Ahh... eia...
Seu Jorge: Ahh... eia...
Ricardo: Isso!
Ricardo: That's it!
Seu Jorge: Eh! A proposta nao, foi nada de muito pensado. E isso foi como foi se desenvolvendo com a gente. E isso ja faz um ano, um ano e pouquinho, um ano e um mes que nos estamos juntos fazendo tour. Tocamos em todos os lugares juntos, colhemos umas experiencias e coisas que deram certo e tal, ok. Ficou tudo livre, nao tem ''schedule'', nao tem ''set list'', nao tem esse negocio de regulamento. Tocamos as mesmas musicas todos os dias. E para isso ser suportavel, a gente precisa estar livre daquela formalidade de sempre tocar do mesmo jeito e tal. A emocao fica diferente e a historia toda fica diferente a cada dia.
Seu Jorge: Yes! The proposal was not something that we thought about. And this is how it have been developing with us. It's been already a year, a year and a little, a year and a month since we started touring. We played at all places together, harvested some experiences and things that worked out right and so, ok. Everybody was free, there was no schedule, no set list, there was no rule thing. We played the same songs all days. And in order for this to be bearable, we needed to be free from that formality of playing everything the same way and so. The emotion gets different and the whole history gets different each day.
Ricardo: E a galera que toca com vc, de onde eles sao?
Ricardo: And the team that plays with you, where are they from?
Seu Jorge: Sao do Rio de Janeiro, no ''general'', de diversos lugares do Rio. De diversas comunidades, ou seja: de diversas ''claves'' do samba.
Seu Jorge: They are from Rio de Janeiro, in general, from several places in Rio. From several communities, that is to say: from several samba ''claves''.
Ricardo: Me diz uma coisa: Qual eh a sua intencao com relacao ao cinema? Voce pretende fazer mais filmes em Hollywood? O que vc pretende fazer?
Ricardo: Tell me something: What is your intention in regard to cinema? Do you intend to work at more movies in Hollywood? What do you intend to do?
Seu Jorge: Eu pretendo continuar trabalhando! Eu sou um profissional! Eu inclusive encaro o que eu faco com esta naturalidade, para nao pirar muito, ou criar devaneios e fantasias. Eu quero poder estar sempre apto para trabalhar em Hollywood, no Brasil, na Franca, na Alemanha...
Seu Jorge: I intend to keep working. I am a professional! I even see what I do very naturally, so I don't get crazy, create daydreams or fantasies. I want to be always apt to work in Hollywood, Brazil, France, Germany...
Ricardo: E na Franca? Eu estou sabendo que la voce tem uma visibilidade enorme...
Ricardo: What about in France? I know that you have an enormous visibility there...
Seu Jorge: Todo este trabalho comecou la. A gravadora eh la...
Seu Jorge: All this work started there. The label is there...
Ricardo: Comecou no Brasil na verdade neh...
Ricardo: It actually started in Brazil...
Seu Jorge: Nao, este trabalho em particular comecou na Franca. E este efeito que aparece para as pessoas no show, no qual as pessoas saem depois comentando tipo ''foi legal'', ''a experiencia foi boa'', ''eu conheci gente'', ''dei beijinho na boca sim!'',(risos), ''eu ouvi tudo o que ele falou'', e tal. Essa coisa sai da porta de uma casa e vai para as casas das pessoas, vai para o trabalho delas. Amanha neguinho acorda para ir trabalhar, e ja vai com uma mentalidade bacana, fui num show maneiro e tal, e eh isso o que acontece.
Seu Jorge: No. This work specifically started in France. And this effect which appears to the people at the concerts, in which the people leave the concert saying things like ''it was cool'', ''it was a good experience'', ''I met people'', ''yes, I kissed someone's' mouth'', (laughs), ''I heard everything he said'', and so. This thing goes from one house to other houses, and to their works. Tomorrow they wake up to go to work, and they go with a cool mentality, it was a nice concert and so, and that is what happens.
Ricardo: Quais sao as suas maiores influencias musicais?
Ricardo: What are your main musical influences?
Seu Jorge: Paulo Moura, Gabriel Moura, Roberto Ribeiro, Joao Nogueira, obviamente a musica brasileira em geral, Chico Buarque, Caetano tambem...
Seu Jorge: Paulo Moura, Gabriel Moura, Roberto Ribeiro, Joao Nogueira, and Brazilian music in general of course, Chico Buarque, Caetano as well...
Ricardo: E quando vc pretende voltar a Hollywood? Ja tem alguma tourne marcada?
Ricardo: And when are you coming back to Hollywood? any tour scheduled?
Seu Jorge: Olha, nao depende muito de mim nao. Eu nao sou uma pessoa que procura muito essas coisas.
Seu Jorge: See, it doesn't depend a lot on me. I am not a person who looks after these things.
Ricardo: Elas eh quem te procuram mais... (risos)
Ricardo: They are the ones who look for you... (laughs)
Seu Jorge: Eh, elas eh quem me procuram mais ... (risos) assim eh que decola mais...
Seu Jorge: Yes, they look for me... (laughs) this is how things take off...

Copyright © BRazilConZe.com, if you'd like to republish this interview, please contact us.

Copyright ©2006 Migrating Media & Productions LLC | Links | Privacy | Terms of Use | Concept | Who We Are | Contact

ART GALLERY INTERVIEW LA NYC KINGSTON SAO PAULO RIO LONDON PARIS BARCELONA BERLIN